Pular para o conteúdo principal

Recomendo: MGMT

Olá, faz tempo que não posto na sessão recomendo, então agora trago para o blog mais uma ótima indicação. E que imagino que algumas pessoas já conheçam, ou já ouviram falar, estou falando da banda americana de rock psicodélico MGMT, que eu sou muito viciada, mesmo. Quem viu a minha playlist de Indie rock, eles estavam la também (claro), se não viu confira aqui


Quem são eles

Formada no Brooklyn, New York, por seus membros fundadores:





Andrew Vanwyngarden,  nascido em 1 de Fevereiro de 1983, Columbia (Missouri), é o vocalista, guitarrista e compositor da banda. O seu pai, Bruce VanWyngarden (compositor, guitarrista e baterista), ensinou-o a tocar guitarra, desde os cinco anos de idade. Este, inclusive, influenciou-o a ouvir músicos/bandas como Talking Heads, Bob Dylan, Paul Simon e até mesmo Caetano Veloso. Os seus intérpretes preferidos são Neil Young e Zé Ramalho.




Ben Goldwasser, 'Beno' Benjamin 'Kittens' Goldwasser nascido em 17 de Dezembro de 1982, é também o cantor e compositor da banda. Goldwasser nasceu em Mishawaka, Indiana,  mas foi criado em Westport, Nova York. Ele é judaico. Quando ele tinha 11 anos, viu Adrian Belew ao vivo em um concerto, e encontrou-se com Rob Fetters guitarrista no backstage. Ele teve aulas de piano, enquanto crescia, e tocou na banda de jazz de seu colégio, e participou de um "rock and roll camp" em Montpelier, Vermont. Uma de suas influências musicais na escola foi a banda eletrônica protopunk Suicide.





Para quem curti o estilo, Rock psicodélico e Indie/pop, vai adorar o MGMT, fiz uma ótima playlist com alguns dos hits deles, ouça:



Após o lançamento de seu primeiro álbum, os membros da sua banda ao vivo, Matthew Asti, James Richardson e Will Berman se juntaram à banda principal de estúdio. Formado na Universidade Wesleyan e originalmente com a Cantora Records, mais tarde assinaram com a Columbia Records e Red Ink em 2006.

 
Ben Goldwasser e Andrew VanWyngarden formaram a banda enquanto cursavam seu primeiro ano na Universidade Wesleyan com o nome The Management. “Nós não estávamos tentando montar uma banda”, comentou Goldwasser. “Nós queríamos sair para mostrar a música que gostamos.” Eles experimentaram Noise Rock e Eletrônica antes de se tornarem Pop Psicodélico. Eles se formaram em 2005 e excursionaram extensivamente tocando as músicas do EP Time To Pretend, abrindo para a banda de indie rock Of Montreal.

Albúns:

Climbing to New Lows (2005)
Oracular Spectacular (2007)
Congratulations (2010)


 Vídeo Clipes:
Eu adoro os clipes deles, são simplesmente diferente de qualquer coisa que você já tenha visto, sério, se não acredita, basta conferir, é só clicar nos link abaixo:


Links:
Who is MGMT? - Site Oficial
MGMT - Myspace Oficial
Bom, é isso aí, espero que tenha gostado, e escute a banda, porque eles realmente são bons, e eu super recomendo! (;

Comente!

Comentários

  1. Vou procurar saber .. afinal hj em dia as bandas (maioria delas ta um droga) coisas do tipo restart nao conseguem me agradar.. entao vamos conhecer coisas novas

    ResponderExcluir
  2. @Wallace Santos

    Com toda certeza eles são bem diferente disso aí!

    ResponderExcluir
  3. NÃO CONHECIA A BANDA AINDA, AGR FIQUEI CONHECENDO SKSKSKS
    http://nacaoesmaltada.blogspot.com/2011/11/leitoras-e-suas-unhas.html PASSA LÁ? TÁ ROLANDO SORTEIO DE FIMOS PARA UNHAS

    ResponderExcluir
  4. AMEIIII SEU BLOG

    Vou conferir mesmo se eles são bos heheh

    Parabéns pelo lindo blog

    http://clarissaeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. @Clarissa Vergara

    Poxa, muito obrigada! ah e confira sim, eles são ótimos! :D

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por comentar, volte sempre!

Por favor, comente algo SOBRE o post
Seja sincero(a) ao comentar, pois prefiro sofrer com a verdade ao ser iludida pela mentira.

Postagens mais visitadas deste blog

3 DIY em 1: Estampas de T-shirts

Olá meus queridos e amados <3
Sem maiores esclarecimentos sobre o sumiço, cá estou eu com mais um post lindo, caprichado e feito com muito amor e carinho especialmente para vocês, finalmente!
E o post de hoje na verdade, é mais pra divulgar o vídeo novo do canal, pra quem ainda não é inscrito, e aproveita e corre lá e se inscreve também se você ainda não for inscrito, pra conferir as novidades do canal.
E no vídeo/post de hoje eu trago 3 DIY em 1 para vocês, que eu sei que a grande maioria adora ver post e vídeo de DIY, assim como eu também adoro ver e fazer coisinha novas e diferente, e nesse vídeo ensino vocês a fazer 3 modelos de estampas que a propósito estão super em alta:


Confira o DIY na íntegra:



No primeiro DIY, usei itens básicos como, uma t-shirt preta básica, um pedaço de tecido florido, desenho de âncora (ou qualquer outro de sua preferência), tesoura, cola para tecido ou linha e agulha. Resultado:


 Pra quem quiser o desenho da âncora para imprimir ou desenhar também:

(

Especial: Piercings

Olá, eu sou uma grande apreciadora da arte e modificações no corpo, inclusive sou adepta (por enquanto) apenas do alargador, e do piercing na orelha o Helix, mas futuramente pretendo colocar piercing e fazer algumas tattos, mas enfim, hoje vou falar um pouco para vocês sobre um de meus desejos e assunto favoritos, os piercings. Muitos não sabiam, mas essa tradição surgiu em povos antigos como os maios e os faraós, que , na época, grande parte dessas tradições eram feitas para marcar castas sociais, hoje em dia é quase a mesma coisa, mas para diferenciar grupos de jovens que são as chamadas "tribos urbanas". Os esquimós também usavam, o piercing do lábio e na língua significavam o momento da transição para o mundo adulto se também, que a criança tinha se tornado caçador, já na Índia,  é muito comum, sobretudo as mulheres, furarem o nariz, o septo nasal e as orelhas. Se você também esta afim de aderir o seu, se liga só nas dicas:



DIY: Burn Book - Livro do Arraso (Meninas Malvadas)

Olá pessoal, como estão?!
Cá estou eu com mais um vídeo de DIY para vocês, e dessa vez decidi fazer um item inspirado em um filme que adoro, e tenho certeza que vocês também, que é o Burn Book, ou Livro do Arraso, do filme Meninas Malvadas, praticamente um clássico filme de menininha que todo mundo adora.
Eu confesso que vi esse tutorial na internet, não fui eu que tive a ideia inicial, mas adaptei do meu jeito e decidi compartilhar com vocês essa ideia também.






Pra quem não sabe, ou ainda não assistiu o filme (assista por favor!) o Burn Book, ou Livro do Arraso, é um livro rosa que as quatro amigas, protagonistas do filme, usam para fazer bullyng com as pessoas da escola onde estudam, escrevendo verdades ou não sobre os colegas e isso inclui até mesmo o diretor e outros funcionário do colégio também.
Mas sem mais enrolação, vamos ao tutorial: 





E para fazer o seu Burn Book, este é o molde impresso que vocês podem usar, assim como usei:

Resultado:




Bom pessoal é isso, como puderam ver é …